• Telefone 11 3672-5911/ 11 3672-0149
  • Endereço: Rua Alm. Pereira Guimarães, 192 - São Paulo-SP
  • 127
  • 0

Micose é um problema comum de pele e de unhas

Micose é tema de hoje, um problema muito comum e que tem tratamento. 

A micose pode ser de unha, nos pés micose, nas virilhas e são causadas por fungos. 

E do que fungo gosta? De calor e umidade. 

Tudo que a gente tem aqui, um país tropical, quente e úmido. 

Os fungos normalmente se proliferam no verão, porque a gente deixa essas áreas mais molhadas ou úmidas por um tempo maior. 

Foi correr, fazer exercício, jogo frescobol na praia, colocou um sapato mais fechado, suou muito na virilha e tudo isso propicia a gente ter as micoses. 

Como você sabe se tem micose?

Geralmente o pé começa a descamar, fazer microbolhas que as pessoas acham que é ácido úrico, mas não é. 

Podem ter outras causas para as bolhinhas, mas normalmente se você tem em um pé só muito provavelmente você tem micose. 

Essas bolhas coçam, pode surgir entre os dedos dos pés, rachaduras entre os dedos dos pés, nas plantas dos pés e na virilha. 

Normalmente homem tem um fungo na virilha, porque a região genital aquece muito a virilha e daí você tem aquela borda toda machucada, desenhada, avermelhada, com descamação e coceira. 

Às vezes chega até a ficar meio úmida, meio macerada a virilha e coça muito. 

As unhas também pegam fungo, porque o fungo se alimenta de queratina. 

Ele não entra no seu organismo, ele fica na superfície se alimentando daquelas células mortas da superfície da pele e da unha. 

Por isso o seu organismo não combate direito o fungo, porque na superfície você não tem nenhuma ligação que chega até lá. 

E o fungo adora isso, porque você não combate, é quente e úmido, é o lugar perfeito para ele viver.  

Tratamento para a micose

Vamos começar com a micose de corpo (virilha, entre os dedos dos pés, planta dos pés). 

Claro que você pode ter micose no resto do corpo, mas essas são as mais comuns.  

Manter muito bem seca a região. Secar os dedos dos pés e a virilha com secador de cabelo após o banho. 

É importante lembrar de passar toalha entre os dedos dos pés.  

Se apareceu fungo, precisa ter um diagnóstico e como isso é feito?

A gente raspa e manda fazer um exame que vai indicar se tem fungos mesmo. 

Uma vez diagnosticado vamos usar cremes anti micóticos. 

Uma coisa muito importante: o fungo vai para a roupa e volta para a pele. E fica um círculo vicioso.  

Então você precisa jogar um pó antifúngico na calcinha, na cueca, no short ou na meia e dentro dos sapatos para que não fique vai e volta, vai e volta o fungo. 

Às vezes você usa um sapato sem meia, um dockside ou um tênis, então você precisa colocar uma substância antisséptica e antifúngica dentro do sapato. 

Quanto mais de algodão for a sua roupa melhor, tecidos menos sintéticos. 

Você fez exercício, está molhado? Troca rapidamente a roupa e lembra de secar bem essas regiões. 

Micose de unha

Você não morre de micose, principalmente de unha, mas provavelmente você morre com isso.

Às vezes aquela micose faz parte da sua vida, já está lá há um tempo, a unha feia, grossa, descamativa, esbranquiçada.  

Existem lasers para tratar micose. 

Como ele age? O laser vai no fungo e arrebenta a parede do fungo, mata o fungo e também melhora a irrigação local para o seu organismo conseguir combater o fungo. 

O laser diminui a necessidade de você tomar medicamento via oral e isso é uma vantagem. 

Porque os antifúngicos orais machucam o seu fígado, eles podem ser hepatotóxicos, além de serem caros. 

Então fazendo o laser que é inócuo para você como saúde, vai matar esse fungo e evitar a necessidade do medicamento. 

São sessões semanais e com o laser de picossegundos às vezes uma ou duas sessões já melhora muito o fungo e a unha vai crescendo boa. 

Esse laser tem um poder maior de destruição do fungo. 

Além disso tem os lasers de luz. Você vai fazer sessões semanais, 8 sessões, intervalo de 2 meses, mais 8 sessões. 

Assim a gente evita que você tenha que  tomar remédio, não machuca o seu fígado e você não morre com aquela unha ruim, nem dela nem com ela.  

Então existem vários tratamentos que a gente pode fazer para melhorar muito essa micose de unha que você acha que é eterna, mas não é. 

Se você está sofrendo com a micose, agende uma consulta e vamos juntos combater esse problema. 

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *